Arquivo da tag: internet

O tema Democracia na Internet encerra a XX Semana de Comunicação

A mesa-redonda Informação, Internet e Democracia encerrou as atividades da XX Semana de Comunicação. O debate, mediado pela jornalista Alicianne Gonçalves, contou com a presença dos pesquisadores Alexandre Mourão e Henrique Antoun que abordaram o uso da internet nos movimentos sociais e a importância dos softwares livres para a democratização desse meio.

Mourão iniciou a mesa com um vídeo independente produzido na Espanha, no qual eram representadas manifestações sociais. A produção foi utilizada como mote para dar início à discussão sobre a importância da internet para promover a democracia. Embora esse meio tenha transformado as formas de protestos, o pesquisador defende que os movimentos sociais devem agir também nas ruas.

Outro ponto destacado por Mourão foram os exemplos de censura que muitos movimentos sociais vem sofrendo por grandes sites, redes sociais e provedores de internet. O pesquisador denunciou a censura, feita por provedores como a Claro, ao site do movimento a que pertence, o Centro de Mídia Independente (CMI). Os casos ocorridos na Primavera Árabe e, mais recentemente, em Londres também foram citados.

Para Henrique Antoun, a ascensão da internet permitiu uma melhor participação da sociedade no campo da Comunicação, favorecendo a conquista da democracia. Contudo, ele discorre em defesa dos Movimentos Sociais no Ciberespaço, como a construção de Softwares Livres. Antoun argumentou, em seu discurso, que os sites e redes sociais das grandes corporações não vão trazer uma democracia de fato. Pois, por mais que os usuários não percebam, as ações de movimentos sociais nesses espaços serão sempre limitadas e controladas, ao contrário do ciberespaço que é construído pelos próprios movimentos, pois estes, em suas engenharias, permitem um uso livre, proporcionando uma repartição do poder.

A mesa foi mediada pela jornalista Alicianne Gonçalves, cujo tema de pesquisa é Comunicação governamental e relações étnico-raciais. A jornalista acredita que a internet é um meio democrático, mas precisa ser pensada de forma diferente para proporcionar os benefícios esperados. “Se a sociedade não entender a internet como uma ferramenta importante para pensar democraticamente, agir democraticamente, ela não vai servir de muita coisa” disse.

Confira no vídeo abaixo, entrevista com os participantes da mesa.

Por Aline Lima (5J) e Fernando Benevides (5J)

2 Comentários

Arquivado em Notícia

“Informação, Internet e Democracia” é tema de debate na SeCom

Nesta sexta-feira (28), mesa-redonda com o tema “Informação, Internet e Democracia”, com Henrique Antoun (UFRJ) e Alexandre Mourão (CMI – Fortaleza), sob mediação da jornalista Alicianne Gonçalves (UFC). O debate será realizado das 18h às 20h, no auditório Rachel de Queiroz (Bloco Reitor Ícaro de Sousa, Área 2 do Centro de Humanidades – Benfica).

Acompanhai ao vivo pelo nosso canal do Livestream.

A mesa-redonda faz parte da programação da XX Semana de Comunicação da UFC, cujo tema é “Comunicação, Política e Mídias Digitais: o pensamento divergente na era das Convergências”. O evento é gratuito e aberto ao público.

Inscrições podem ser feitas no local.

Assessoria de Comunicação da SeCom

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia

Democracia na internet e ciberativismo serão um dos temas debatidos na SeCom

Imagem: IlustraçãoWeb 2.0, blogs, informação na ponta do dedo:   massificação das mídias móveis. A constante atualização que nos torna sedentos por novidades a cada minuto. Porém, fica a indagação: será que a internet realmente possibilita a ocupação do espaço de forma democrática?

A construção dessa nova mídia veio pautada no discurso da acessiblidade e cada vez mais somos levados por essa onda que traga toda a nossa atenção, mas será que, de fato, o espaço conquistado dentro do mundo virtual é realmente nosso?

A possibilidade de selecionar aquilo que nos interessa em meio a tantos acontecimentos diversos nos faz donos do nosso próprio fluxo de informações.

A internet nos tornou menos passivos e mais participantes, são movimentos, coletivos, abaixo-assinados que unem milhares de pessoas e que, muitas vezes, proporcionam dimensões grandiosas aos fatos que, certamente sem o apoio virtual, passariam em branco pela memória.

O ciberativismo vem possibilitando uma capacidade ainda maior de interferir nas situações que nos incomodam, ele fez com que as atividades sociais ganhassem mais fluidez e interação com a sociedade. Mas até que ponto isso pode ser positivo para os movimentos sociais? Será que a permanência, gerada por um lado, pode ser nociva se levada para a inércia das pessoas quando saem da frente do computador?

São questionamentos como esses que serão discutidos no último dia da Semana da Comunicação, que contará com uma mesa redonda ministrada por Henrique Antoun e Alexandre Mourão e na qual serão debatidos temas como ciberativismo, internet, democracia e informação.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícia